Nova Veneza recebe mais 74 moradias construídas pela parceria Governo de Goiás e Caixa

 

Com mais esta entrega, o Governo de Goiás fecha o ano completando entrega de 175 unidades habitacionais no Residencial Viva La Vida. Foram investidos recursos da ordem de R$ 17,8 milhões. Já são 995 famílias beneficiadas com casa própria na Região Metropolitana de Goiânia em menos de dois anos

O governador Ronaldo Caiado entregou hoje (15/12) mais 74 unidades habitacionais no Residencial Viva La Vida, em Nova Veneza, Região Metropolitana de Goiânia. O empreendimento foi construído em parceria do Governo do Estado, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), e Caixa Econômica Federal. O presidente da Agência, Lucas Fernandes, acompanhou o governador na agenda.


A família da professora Bárbara Paixão, de 25 anos, foi uma das beneficiadas. Ela e o marido Wilker Renato Dantas, 28, operador de refrigeração, aproveitaram a oportunidade de adquirir uma moradia com subsídio de R$ 15 mil do governo estadual. Bárbara trabalha em uma escola municipal perto do residencial e ficou encantada com a qualidade das casas, entregues muradas, gramadas e com portão metálico. “É um setor novo, que vai crescer bastante. As condições de financiamento também ficaram ótimas, graças ao investimento estadual e federal. Nossa prestação será de R$ 470”, contou ela, que trabalha em uma escola municipal pertinho do Residencial. Bárbara também lembra que o bairro conta com uma creche, onde poderá deixar a filha, de 2 anos.


As casas do Residencial contam com 53,14m2, divididos em 2 quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço. A área do lote é de 120m2. O investimento estadual para construção das moradias deste módulo foi de R$ 1.104.800,00. O total de investimento público no empreendimento foi de R$ 8.494.609,50, sendo R$ 7.389.809,50 do governo federal. 

A primeira etapa do residencial, com 101 moradias, foi entregue em fevereiro deste ano. Com a entrega do módulo II são 175 famílias beneficiadas com moradia em Nova Veneza. O bairro conta com toda infraestrutura, como asfalto e iluminação pública. O investimento pela parceria Governo de Goiás e Caixa na construção do residencial é da ordem de R$ 17,8 milhões. A contrapartida do Estado, por meio da Agehab, para construção das moradias foi de R$ 2,6 milhões. 


O Residencial Viva La Vida é destinado a famílias da faixa 1.5 do antigo programa Minha Casa Minha Vida, substituído pelo Casa Verde e Amarela, com renda até R$ 2,6 mil. O valor médio da prestação paga pelas famílias é de R$ 450,00, em financiamento com a Caixa em até 30 anos.


O governador iniciou seu discurso elogiando a excelente administração da Agehab pelo presidente Lucas Fernandes. “Ele é uma voz importante do governo em Brasília, com excelentes projetos e busca de recursos. Meus cumprimentos à toda diretoria, que tem mostrado resultado”, disse o governador. Ele explicou que a participação do Estado de Goiás na construção do residencial é com subsídio de 15 mil por unidade habitacional. “É um valor arrecadado pelo Estado e doado para que vocês possam adquirir a casa própria. Isso diminui ou elimina a necessidade de entrada por parte das famílias e reduz o valor das prestações”, explicou o governador. Ele salientou ainda que “a casa própria gera emprego no município, condições de trabalho, dignidade e a estabilidade emocional de uma família. “É fundamental para que as pessoas se sintam cada vez mais motivadas para poder produzir e ganhar a vida”, afirmou Caiado, ao enfatizar também que a política habitacional é uma de suas prioridades na gestão. 


Segundo ele, por integrar o rol das principais ações de sua administração, o Executivo estadual lançará em breve o programa Goiás Social, uma parceria entre a Secretaria da Retomada e a Agência Goiana de Habitação (Agehab). “Vamos fazer o maior número de casas populares possível, atendendo às prioridades dos municípios que têm maior carência habitacional”, destacou. 
O presidente da Agehab lembrou que a pandemia não impediu que os avanços continuassem intensos na área habitacional, com contratação e conclusão de obras. De acordo com Lucas Fernandes, o Governo do Estado vai fechar o ano com mais de 4 mil unidades entregues, sendo que outras 4 mil estão em execução.


O subsídio estadual foi imprescindível para que a auxiliar de produção Adriana Barbosa dos Santos, de 24 anos, e o auxiliar de mecânica Rafael Batista dos Santos, de 23, conseguissem pagar a entrada da moradia. “Tanta gente espera uma vida inteira para conseguir uma moradia. A gente conseguiu com apenas três anos de relacionamento. Isso é muito bom. Agora quero fazer minha faculdade de pedagogia, que é o meu outro sonho”, disse Adriana, que vai pagar prestação de R$ 550,00.

Benefícios para Região Metropolitana

Com mais esta entrega em Nova Veneza, o Governo de Goiás chega a 955 famílias beneficiadas com casa própria na região Metropolitana de Goiânia, contemplando os municípios de Goiânia (589 unidades habitacionais), Santo Antônio de Goiás (21), Bonfinópolis (140), Nova Veneza (175) e Senador Canedo (30). Somente em Goiânia, até o final deste ano e início do próximo, estão previstas as entregas de mais 1.000 moradias, distribuídas nos residenciais Jardim das Oliveiras, Porto Dourado e João Paulo II, totalizando 1.539 famílias atendidas em dois anos na capital. 


O investimento estadual na Região Metropolitana para construção das moradias durante a gestão Ronaldo Caiado já é da ordem de R$ 13 milhões, que somados aos recursos federais representam aporte de R$ 97,3 milhões na área habitacional de Goiás para famílias de baixa renda.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.