Agehab alerta que informações não comprovadas no cadastro do Residencial Agenor Modesto podem gerar exclusão 

 

Famílias terão que comprovar, com documentos, todas as informações prestadas no cadastro virtual. Moradores que alegarem viver em área de risco terão que apresentar declaração da Defesa Civil depois do sorteio, ou serão  excluídos

A Agência Goiana de Habitação (Agehab) alerta os interessados no sorteio das 83 unidades do Residencial Agenor Modesto, em Aparecida de Goiânia,  que será obrigatória a comprovação de todas as informações prestadas no cadastro. O coordenador de Cadastro da Agehab, Luís Carlos Souza Araújo, ressalta que todos os sorteados serão convocados para apresentar os documentos comprovatórios.

Segundo Luís Carlos Souza, a área de cadastro da Agência detectou que é grande o número de candidatos inscritos que declararam morar em área de risco, por exemplo. “O único documento que comprova residência em área de risco é a declaração da Defesa Civil”, explica o coordenador. 

Ele relata que muitas vezes a pessoa pode realmente considerar que mora em área de risco, mas, sem a declaração da Defesa Civil essa informação não procede. “Se o candidato não conseguir comprovar, mesmo depois de sorteado poderá ser excluído do processo seletivo. Isso já aconteceu em processos seletivos anteriores e é muito triste ver a pessoa perder a moradia por erro no preenchimento ou falta de atenção”, alerta Luís Carlos. 

Na inscrição, existem três perguntas sobre a situação da moradia atual: Mora em área de risco declarada pela Defesa Civil? Mora em área insalubre declarada pela Defesa Civil? É Família Desabrigada declarada pela Defesa Civil? Se a família marcar uma dessas perguntas com “sim”, posteriormente terá que comprovar por meio de documento emitido pela Defesa Civil. 

O coordenador de Cadastro da Agehab orienta o candidato que preencheu um desses campos e não possui o documento comprovatório a procurar a Defesa Civil imediatamente para verificar se a moradia se enquadra em uma dessas áreas e solicitar a emissão do documento. No caso do candidato não conseguir o documento, poderá entrar na sua inscrição, alterar o dado e concluir novamente a inscrição. Ele lembra que os dados podem ser alterados a qualquer momento até o dia 15 de março, data de encerramento das inscrições. 

Ele ressalta ainda a importância de ler o Manual do Usuário, disponível no canto superior do cadastro on-line e se inteirar das informações gerais do empreendimento, para saber se ele atende às necessidades de sua família. As inscrições para 83 das 208 moradias do Agenor Modesto seguem abertas até 15 de março, e devem ser realizadas pelo site da Agehab, no endereço www.agehab.go.gov.br. 

O lançamento do edital foi feito pelo governador Ronaldo Caiado, no Palácio das Esmeraldas, no dia 1º de março. A Agehab também está disponibilizando suporte ao público para as inscrições pelos telefones (62) 3096-5005 ou (62) 3096-5063, com equipe preparada para orientação e esclarecimento de dúvidas. 

Residencial bem estruturado

O Residencial Agenor Modesto é um empreendimento de interesse social construído em parceria do Governo de Goiás, por meio da Agehab, e o Governo Federal, por meio da Caixa Econômica Federal. Com investimento total de R$ 18,8 milhões, o Governo Federal destinou R$ 16,1 milhões e o Governo Estadual, R$ 2,7 milhões, que ajudaram a viabilizar a construção do residencial. O terreno foi doado pelo município de Aparecida de Goiânia.

Proposto em 2014, somente em 2018 a obra foi iniciada. Mas a maior parte dos recursos da contrapartida estadual foi liberada na gestão de Ronaldo Caiado.

O presidente da Agehab, Lucas Fernandes, salienta que o governador Ronaldo Caiado não tem medido esforços para beneficiar, também com moradias, as famílias em maior vulnerabilidade. “Toda a área social está trabalhando em conjunto, cuidando do cidadão em sua integralidade, conforme determinação do governador. Esse empreendimento destina-se a famílias que mais precisam do apoio do Estado para ter acesso à moradia digna”, ressalta Lucas Fernandes.

Serão beneficiadas com as moradias do Agenor Modesto famílias com renda de até R 1,8 mil, que vão pagar financiamento de 10 anos junto à Caixa Econômica Federal, com parcelas que variam de R$ 80,00 a R$ 270,00. 

Os apartamentos são de 46 m2, com 2 quartos, banheiro, sala e cozinha integrada, área de serviço e varanda. A área comum conta com uma vaga de estacionamento, quadra poliesportiva, salão de festas, churrasqueira e playground. São mais de 12,5 mil m² de área construída, com 13 blocos, com quatro apartamentos por andar.

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.