Convocação das famílias titulares sorteadas - Edital nº 001/2021 - AGEHAB

A Agência Goiana de Habitação S/A – AGEHAB, torna público aos interessados a CONVOCAÇÃO DAS FAMÍLIAS TITULARES SORTEADAS para apresentação de documentação, referente ao Edital nº 001/2021 - AGEHAB referente ao Regulamento de Inscrição para Seleção do Programa “Minha Casa, Minha Vida” – Empreendimento do Condomínio Residencial AGENOR MODESTO I no município de Aparecida de Goiânia, publicado na D.O.E. nº 23.497, do dia 24 de fevereiro de 2021.
Convocamos as famílias titulares sorteadas a comparecerem na sede da AGEHAB, localizada à Rua 18-A, número 541, Setor Aeroporto, no dia e horário agendado conforme lista abaixo, para entrega de sua documentação.
Os candidatos deverão respeitar os agendamentos devido à necessidade de atendimento aos protocolos sanitários para a pandemia de Covid-19. Em caso de reagendamento, deverá ser realizado com antecedência através do contato (62) 3096-5050. A AGEHAB não atenderá o candidato que comparecer fora do dia e horário agendado.
Consulte aqui o dia e horário agendado:

Cronograma de atendimento de famílias sorteados para entrega de documentação - Empreendimento Agenor Modesto I.

Os candidatos sorteados deverão apresentar a seguinte documentação:

- RG e CPF do candidato, do cônjuge/parceiro (a) e dos dependentes;
- Comprovante de estado civil conforme situação do casal (Certidão de Nascimento, Certidão de Casamento, Certidão de Casamento com averbação de divórcio ou outro documento de estado civil);
- Comprovante de endereço;
- Comprovante de pagamento de aluguel (se pagar aluguel);
- Comprovante de renda;
- Número do Cadastro Único (CADUNICO)
- Comprovante de que reside em Aparecida de Goiânia a mais de 5 anos (Documentos aceitos que deverão estar em nome do titular ou do companheiro (a): Correspondência bancária; Contrato de aluguel com reconhecimento de firma em Cartório; Histórico escolar em nome de filhos ou titular ou companheiro; conta de água, energia ou telefone);
- Laudo médico com avaliação da deficiência e contendo a Classificação Internacional da Doença (CID), conforme Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015, caso haja alguém na família com deficiência;
- Declaração do Ente Público informando que reside em áreas de risco ou insalubres ou que tenham sido desabrigados, caso se enquadre nessas situações;
- Comprovante emitido pela Secretaria de Assistência Social de que é beneficiário do Programa Bolsa Família ou Benefício de Prestação Continuada (BPC) no âmbito da Política de Assistência Social, caso receba um desses benefícios. 

Utilizamos cookies essenciais e tecnológicos semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.